top of page

Economia Circular na cervejaria capixaba


por Bruno Laurindo

Base da MeuChope localizada no bairro Mata da Praia, em Vitória/ES. (foto: Bruno Laurindo)

Os chopes disponíveis em suas máquinas de autosserviço podem ser adquiridos em quantidades maiores em ‘Growler Pets’, a grande aposta da cervejaria artesanal. “Não ficamos reféns de latas e vidros monopolizados pela grande indústria cervejeira”, explica Augusto Sato.



De acordo com o empresário, o growler é feito de plástico e a embalagem comporta um litro de chope e, após aberto, o ideal é que o chope seja consumido em até sete dias. “Fornecemos a garrafa gratuitamente e com a alta rotatividade, ficamos atentos à questão da sustentabilidade e possuímos um ponto de recolhimento na MeuChope, tanto para os copos plásticos quanto para os growlers, justamente para fazer este processo de reserva de resíduos”.


"Fornecemos a garrafa gratuitamente e com a alta rotatividade". [Augusto Sato]

Segundo Jackley Maifredo, proprietário da Maifredo Embalagens, não existe o reuso por muito mais tempo do growler. “O ideal é que o growler seja realmente descartável. Ele precisa ir para a reciclagem”, finaliza.


O recolhimento de resíduos é feito 24 horas por dia no endereço da empresa MeuChope localizado na Av. Desembargador Lyrio, 390 - Mata da Praia, Vitória.



GALERIA



Posts recentes

Ver tudo

Siga as nossas redes e fique por dentro de tudo do

mundo cervejeiro!

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
bottom of page