top of page

Estabelecimentos Cervejeiros no Brasil

Produções informais e independentes tiveram aumento nas contratações


100% dos Brewpub’s brasileiros empregam até 10 colaboradores em seus estabelecimentos. (foto: Bruno Laurindo)

123.376 foi a quantidade de habitantes para cada cervejaria registrada no Brasil em 2022. Os números representam um aumento de 10,4% na densidade cervejeira no país, que em 2021 era de 137.713 mil habitantes para cada estabelecimento, foi o que revelou o Anuário da Cerveja 2022 apresentado no início deste mês.


Em relação ao emprego, um levantamento feito pelo do 2° Censo Cervejarias Independentes Brasileiras, divulgado no ano passado, mostrou que as pequenas cervejarias obtiveram um aumento na contratação de empregados. Isso explica o quanto o segmento está consolidado e contribuindo para a economia do país.


Uma pesquisa quantitativa por meio de formulário online, feita entre maio e setembro de 2022, com 2.264 representantes de empresas de CNPJ da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), produtores informais (Brewpub) e de produções independentes (Produção Cigana), revelou que 46% dos participantes não possuem empregados. Por outro lado, 54% das empresas informaram possuir vínculos empregatícios nas etapas de operação.


  • 76% dos representantes de Fábricas Próprias disseram que possuem entre 1 a 10 colaboradores; 18% relataram que empregam de 11 a 30 pessoas; e 4% revelaram que possuem entre 31 a 75 funcionários.

  • Na Produção Cigana, 80% disseram que empregam de 1 a até 10 pessoas.

  • 100% dos participantes que possuem Brewpub’s informaram que também empregam de 1 a 10 colaboradores em seus estabelecimentos.


Gráfico — Sebrae e ABRACERVA: 2º Censo Cervejarias Independentes Brasileiras (2021)

O setor cervejeiro é um dos mais tradicionais do Brasil. Segundo dados do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), o país é o terceiro maior produtor de cerveja no mundo. Em uma cadeia que vai do agronegócio ao pequeno varejo, este setor passa pelos principais mercados como embalagens, logística, maquinário, construção civil, entre outros.

“O gargalho das cervejarias artesanais são os impostos altos”. (foto: Bruno Laurindo)

O britânico Tim Webb, referência mundial no mercado cervejeiro, destaca que as micro cervejarias geram milhões de empregos não só no Brasil, mas também em outros países que tem a cerveja artesanal como parte de sua cultura. “Acredito que as pequenas cervejarias são mais importantes para as comunidades, pois oferecem oportunidades locais, aquecendo a economia da região, algo diferente das grandes cervejarias”, disse.



Em 2022 o consumo total foi de 15,4 bilhões de litros. O faturamento do setor cervejeiro apresentou alta de 19,8% em comparação a 2021, totalizando R$277,4 bilhões contra R$231,6 bilhões no ano anterior. Esses dados são da Euromonitor para o Sindicato das Indústrias de Cerveja (Sindicerv).


Posts recentes

Ver tudo

Siga as nossas redes e fique por dentro de tudo do

mundo cervejeiro!

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
bottom of page