top of page

Etapa do Circuito Capixaba de Cerveja Artesanal fomenta economia no norte do ES

Atualizado: 9 de abr. de 2023

Próximas eventos do circuito acontecem no sul do Estado, nas montanhas capixabas, na região dos imigrantes e na região metropolitana


Oito cervejarias artesanais participaram da primeira etapa em Linhares. (fotos: Bruno Laurindo)

“Sabemos que o mercado cervejeiro artesanal no Espírito Santo cresce a cada dia”, disse Zé Olavo, um dos diretores da Associação das Indústrias de Cervejas Artesanais do Espírito Santo (AICERVA/ES), organizadora do circuito. “Estamos muito animados com essa performance. Nosso Estado tem se destacado muito, tanto na questão do crescimento, quanto em ações integradas”, afirmou o empresário.


Além de Saulo Simonassi e Dona Fran, outras quatro atrações se apresentaram no circuito. As bandas Trilha e Macucos foram as atrações de sábado; Já Picnic Dogs e Alexandre Borges Quinteto foram os destaques de domingo. (foto: Bruno Laurindo)

Sexta-feira (31/03) aconteceu a abertura oficial do Circuito Capixaba. Saulo Simonassi e Dona Fran foram as atrações musicais da noite. Os músicos fizeram a alegria do público presente no Center Norte Conceição, local que possui uma estrutura de pouco mais de 850m² de área coberta.


Para Juliano Nogueira, gerente da Agência de Desenvolvimento das Micros e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo, é sempre um prazer participar do Circuito Capixaba de Cerveja Artesanal. “É muito importante ver um evento específico voltado para a cerveja artesanal, muito bem organizado; e a gente tem feito com muita constância aqui no Estado”, afirmou o representante da Aderes, uma das patrocinadoras do evento.



No sábado (01/04) o festival começou mais cedo com um workshop sobre oportunidades da cerveja artesanal no varejo. O chef de cozinha, Ronaldo Rossi, foi o convidado. Rossi, que trabalha com cerveja há 17 anos, palestrou sobre o mercado cervejeiro nacional e internacional.


“Hoje de manhã a gente teve um bate papo cervejeiro para poder apresentar formas diferentes de valorizar o produto. De fato, foi um momento muito bacana”, revelou o chef de cozinha que também explicou sobre a sua função na Copa Capixaba de Cerveja Artesanal. “A cada etapa estarei presente, conversarei com os cervejeiros, conversarei com os responsáveis, farei uma análise das cervejas e vou sugerir algumas modificações para que no final do ano, na Copa, essas cervejas possam estar corrigidas”, acrescentou.



Ainda no sábado, só que na parte da noite, foi a vez da Banda Trilha e da banda Macucos agitarem a festa. Já no domingo (02/04) os shows começaram mais cedo, às 12h. A banda Picnic Dogs subiu ao palco e tocou bastante rock'n'roll anos 80 para a galera. Com muito Jazz, Alexandre Borges Quinteto fechou o terceiro e último dia da primeira etapa do Circuito Capixaba.


O secretário de cultura e turismo de Linhares, Roque Chile, comemorou. “A gente fica muito feliz em receber esse evento aqui na cidade para a gente continuar fomentando a economia criativa e também os pequenos negócios”. Entrevista completa no YouTube.



Bruna Machado, coordenadora de produção na cervejaria Conceição, ficou super empolgada com o evento em Linhares. Segunda a cervejeira, a festa estava maravilhosa. "Queria começar parabenizando o evento e toda organização. Sem dúvidas o evento está incrível - questão de cronograma, questão de organização, tudo dentro do horário, as músicas, a diversidade de tudo que está acontecendo - está bem bacana", celebrou. "Quem teve a oportunidade de vir, percebeu que foi uma coisa bem legal", finalizou Bruna.



Mercado Cervejeiro Capixaba



com 57 cervejarias registradas no MAPA, os capixabas tiveram um crescimento médio anual de 53,5%. (foto: Bruno Laurindo)

Em 2021, de acordo com o 2º Censo Cervejarias Independentes Brasileiras, realizado pelo Sebrae, foram abertas 30 novos estabelecimentos no Espírito Santo. Conforme o MAPA, durante cinco anos, o território teve um crescimento médio anual de 53,5% no período. O Espírito Santo também é a unidade federativa que ocupa a sétima posição com 1.455 marcas registradas.


De acordo com Zé Olavo, por meio da AICERVA, tornou-se possível desenvolver no Espírito Santo ações como, por exemplo, o Polo de Cervejas Artesanais em Viana, a Copa Capixaba de Cervejas Artesanais e o Circuito Capixaba de Cerveja Artesanal. “O Circuito Capixaba de Cerveja Artesanal tem o objetivo de divulgar a produção da cerveja artesanal do Espírito Santo”, disse. “ Este ano, o Circuito vai acontecer em cinco etapas pelo Estado do Espírito Santo; em cinco regiões (...). Para que isso aconteça, estamos tendo apoio do Governo Estadual e de vários municípios capixabas”, lembrou o diretor.



O Circuito Capixaba de Cerveja Artesanal terá mais quatro etapas pela frente: região sul, montanhas, região dos imigrantes e região metropolitana. Com a participação de dez cervejarias por etapa, o circuito quer levar para os municípios sedes, cerveja de qualidade, além de música, gastronomia, artesanato e agroindústria. Isso tudo para aquecer a economia regional.


A realização do Circuito Capixaba é da Associação das Indústrias de Cervejas Artesanais do Espírito Santo (AICERVA/ES) e Rota Eventos, e tem o apoio do Governo do Estado do ES, Aderes e do Sebrae. O patrocínio promocional é do Sudeste Inox e Oxivit. InTap e MeuChope são os patrocinadores masters das cinco etapas do circuito em 2023.



GALERIA



Posts recentes

Ver tudo

Siga as nossas redes e fique por dentro de tudo do

mundo cervejeiro!

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
bottom of page