top of page

MeuChope disponibiliza equipamentos com tecnologia cervejeira no lançamento da Funses 1


por Bruno Laurindo

De acordo com o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), o Funses 1 será o maior da categoria de venture capital no País, com valor total de R$250 milhões. (foto: Bruno Laurindo)
Erik Lorenzon e Bruno Rigamont. (foto: Bruno Laurindo)

Durante a cerimônia, dois equipamentos com tecnologia cervejeira da MeuChope foram disponibilizados, no pátio do Centro de Tecnologia de Vitória (CTV), para os convidados. “A tecnologia da MeuChope encurta a distância do consumidor e o chope. Maravilha!”, comemorou Erik Lorenzon, fundador da Capital Escritórios & Coworking, ao degustar um chope pilsen da cervejaria King Beer.


Bruno Rigamont, co-fundador da V3 Capital, tirou uma session IPA da Convento Cervejaria e avaliou a sua experiência com o sistema da MeuChope. “Acho que a principal característica que me marcou foi a possibilidade de você, em um primeiro momento, sem um cadastro, sem muita burocracia, conseguir ter acesso ao chope de forma rápida e prática. Está sendo uma experiência bacana”.


"A tecnologia da MeuChope encurta a distância do consumidor". [ Erik Lorenzon]

"É uma oportunidade que as pessoas têm de conhecerem, testarem, incentivarem e darem um feedback para gente continuar evoluindo", Bruno Medeiros - CEO da MeuChope (foto: Bruno Laurindo)

Para o CEO da MeuChope, Bruno Medeiros, a ideia de levar a tecnologia cervejeira para o Funses 1 foi para mostrar ao público que o objetivo da startup é apresentar a cerveja artesanal onde não existe cerveja artesanal. “É uma oportunidade que as pessoas têm de conhecerem, testarem, incentivarem e darem um feedback para gente continuar evoluindo. É muito legal colocar tecnologia em um evento de tecnologia, operando algo que as pessoas têm pouco acesso”.


O empresário ainda afirmou que o Funses 1 é um evento perfeito para esse tipo de demonstração. “Tem tudo a ver com o público que a gente quer cativar. O primeiro contato sempre tem uma surpresa. Quando o consumidor começa a entender, abrindo a câmera do celular e fazendo uma liberação por pix, vem a surpresa. Isso é muito legal!”.



Publicação feita em 05/05/2022



GALERIA



Siga as nossas redes e fique por dentro de tudo do

mundo cervejeiro!

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
bottom of page