top of page

O Rótulo da Cerveja Artesanal

Atualizado: 28 de abr. de 2023

Item é o responsável pela comunicação de cada estilo produzido pelas micro cervejarias


por Bruno Laurindo

Rótulos produzidos pela Convento. A Cervejaria foi a segunda no Brasil e a primeira no Estado do Espírito Santo a fazer um rótulo interativo. (foto: Bruno Laurindo)

A cervejaria artesanal tem suas vantagens quando o assunto é exclusividade. Um exemplo é: possuir identidade própria. São nos rótulos de cada cerveja artesanal que podemos encontrar a história do criador, a mensagem emitida e uma receita.


O rótulo é a peça fundamental para uma cervejaria. É o queridinho desse mercado cervejeiro que se destaca pela qualidade da matéria prima usada e do processo de fabricação. Ou seja, a rotulagem é a responsável pela comunicação do produto. Cada rótulo de uma cervejaria artesanal é uma cronologia que proporciona uma experiência diferenciada. Sendo assim, o rótulo merece toda a atenção.



Leonardo Dinelli e os rótulos da Serpentário Beer & BO. (foto: Bruno Laurindo)

Para Leonardo Dinelli, da Cigana Serpentário Beer & Co, cada cervejaria tem o seu diferencial na fórmula e sua história contada no rótulo. “No nosso rótulo, ao lado da imagem, a gente tem toda a descrição da cervejaria e a história de cada cerveja”, reforça.


As cervejarias artesanais utilizam o rótulo como forma de inovarem, cada vez mais, no setor cervejeiro. A ideia é chamar a atenção do seu público com esse tipo de recurso e, com isso, trazer mais adeptos para a comunidade.


Leonardo Leal, um dos sócios da Convento Cervejaria, diz que o outro lado do rótulo é livre e dedicado à cervejaria. “É onde a gente se comunica tentando fazer, normalmente, uma linguagem menos rebuscada. Por exemplo: rótulo da pilsen - cerveja clara, estilo pilsen, com lúpulos originários da República Tcheca, com maltes alemães e com leveduras Holandesas”, explica o empresário.


Percebe-se que, hoje, o mercado cervejeiro amadureceu. Algumas cervejarias artesanais estão produzindo rótulos que interagem com o consumidor. “A Convento Cervejaria foi a segunda cervejaria no Brasil e a primeira no Estado do Espírito Santo a fazer um rótulo interativo”, lembra Léo Leal ao falar do rótulo Maria Ortiz lançado em 2021. “Neste caso, eu tenho uma longneck que você aponta para o QR code dela, com a câmera do seu celular, e ela começa a animar”, diz.



Leonardo Leal é jornalista, empresário e um dos fundadores da Convento Cervejaria. (foto: Criar Comunicação Integrada)

Sabemos que a embalagem faz a propaganda e agrega um maior valor ao produto. Sendo assim, entende-se que para uma cervejaria artesanal, o aspecto mais importante para uma identidade visual da marca é o rótulo no produto. “Na Serpentário, todos os nossos rótulos são voltados para uma história de cobra. História real, fictícia ou mitológica” lembra Dinelli. “A gente vai atrás e procura uma história para poder colocar nos rótulos das nossas cervejas”, revela.


É importante lembrar que o rótulo, no Brasil, além de apresentar algo que traz a essência da cervejaria, tem que estar devidamente adequado às normas técnicas do INMETRO, da Anvisa e do MAPA. “O rótulo da Convento tem as partes que são obrigatórias pelo ministério da agricultura. O mapa exige e, claro, temos que colocar”, explica Leonardo Leal. “Exige que tenhamos as informações de teor alcoólico e volumetria. Exige também aquele nome: cerveja clara tipo lager, cerveja escura, etc”, finaliza o empresário.


Posts recentes

Ver tudo

Siga as nossas redes e fique por dentro de tudo do

mundo cervejeiro!

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
bottom of page