top of page

Startup capixaba realiza primeiro evento cervejeiro do Brasil com torneiras 100% autônomas

Atualizado: 31 de jan. de 2023

MeuChope expõe 30 cervejarias capixabas e mais de 60 rótulos em festival com gastronomia, música e entretenimento no estacionamento externo do Boulevard Shopping Vila Velha


por Bruno Laurindo

Estacionamento externo do Boulevard Shopping Vila Velha. O local tem 2.000m² e capacidade para pouco mais de 1.500 pessoas. (foto: Bruno Laurindo)

Uma semana inteira de sol; feriado prolongado; pessoas empolgadas; gastronomia impecável; música boa; e mais de 60 rótulos de cervejas artesanais para degustar à vontade e com toda autonomia. Isso tudo aconteceu na última semana, com entrada franca, na primeira edição do MeuChope Festival.





Palco oficial do MeuChope Festival. O evento contou com tonéis instagramáveis distribuídos por todas as partes. (foto: Bruno Laurindo)

A organização do festival ficou por conta da Inspire Produções, empresa de eventos dos sócios empresários Fabrínio Fachinetti e Leonardo Castilho. Aliás, segundo o próprio Fabrínio, um dos objetivos do MeuChope Festival foi quebrar a barreira entre a tecnologia e a cerveja artesanal.


E deu certo! Afinal, o pensamento de que evento cervejeiro de autosserviços é um evento frio, caiu por terra. Mesmo porque, a ideia da MeuChope para o festival foi apresentar as cervejarias artesanais para o consumidor final, oferecendo um espaço igualitário com gastronomia, lazer e tecnologia. "A gente quis dar visibilidade para a quantidade de cervejarias que a gente tem aqui no mercado capixaba”, ressaltou Augusto Sato.


"Um dos objetivos foi quebrar a barreira entre a tecnologia e a cerveja artesanal". [Fabrínio Fachinetti]

O COO da MeuChope ainda revelou que o evento atingiu todas as expectativas. “Achamos que a galera não ia se adaptar à dinâmica do aplicativo. Entretanto, o público que compareceu ao festival aceitou bem todo esse formato”, disse. “Sendo assim, as pessoas também acharam bacana o esquema do eco copo e do copo térmico, vendidos pelo nosso próprio app, que também era um receio que a gente tinha, mas conseguimos surpreender”, comemorou o empresário.



Primeiro Festival 100% MeuChope


Por dia, entre 17h e 00h30, 6.000 visitantes circularam pelo estacionamento externo do Boulevard Shopping Vila Velha e curtiram o MeuChope Festival. (foto: Bruno Laurindo)

Fundada em janeiro deste ano (2022), a MeuChope realizou seu primeiro festival, após inúmeros testes em eventos produzidos por empresas parceiras. Bruno Medeiros lembrou que a realização do MeuChope Festival era um desejo antigo. O CEO da startup ainda destacou a importância da valorização da economia regional. “O nosso objetivo foi oferecer para o público elementos locais que pudessem ser valorizados”.



Pilsen foi um dos estilos mais consumidos durante os seis dias de festival. (foto: Bruno Laurindo)

De acordo com Medeiros, como forma de fomentar a economia regional, 30 cervejarias artesanais capixabas parceiras foram apresentadas no festival. Cada cervejaria teve duas torneiras disponíveis com a tecnologia MeuChope. Foram 60 rótulos para degustação. Barba Ruiva; Convento Cervejaria, Kingbier; Buena Vista; Casa Grossa, Fratelli; Casa 107; Piwo; Grecco; Tarvos; Fatto a Mano; Loveland; Trarko; Nobat; Kastle Hops; Moondogs; Piabier; Moro; Três Torres; Berger Bier; Arapuca Beer; Loro Loco; Mythos; Serpentária; Nebulosa; Dushi; Altezza; Azzurra; Speranza; Black Rock Beer; e Brusk, foram as cervejarias parceiras que estiveram no evento.


“Não tenho outro precedente para poder falar isso, mas não conheço outro festival que tenha colocado 30 cervejarias, com 60 torneiras 100% automatizadas, dando a possibilidade para o cervejeiro estar trocando ideias diretamente com o cliente”, lembrou Sato.


Para o empresário, o retorno positivo de parceiros e público final é fundamental. “O feedback do cervejeiro e do consumidor é uma coisa fantástica. É super positivo. É importante para todos, pois a MeuChope quer ser a responsável por essa ponte entre os cervejeiros e o cliente final. Isso não tem mais volta!”, afirmou o COO.


"Não conheço outro festival que tenha colocado 30 cervejarias, com 60 torneiras 100% automatizadas". [Augusto Sato]

Além das cervejarias, a gastronomia também marcou presença. Casa do Torresmo, O Senhor dos Pastéis, Mandando Brasa, Mister Frango e Alcides Hambúrguer na Brasa, foram as operações de comida que fizeram sucesso no festival.



Apresentações Musicais


Anderson Ventura no palco do MeuChope Festival. O músico apresentou seu repertório no dia 09/09 (sexta-feira). (foto: Bruno Laurindo)

Para completar a festa, os Shows não puderam faltar. Foram dezesseis atrações musicais, com seis estilos diferentes, em seis dias de festa. Mug, Samba Criolo, Anderson Ventura, Macucos, Dona Fran, Saulo Simonassi, Samba Soul, Pele Morena, Dudu MC, e PTK, foram uma dessas atrações.


“Trazer para o MeuChope Festival um estilo diferente para cada dia de evento também foi um dos objetivos”, lembrou Monique Barth, marketing da startup. “Foi uma ideia inicial, que nos surpreendeu bastante. Todos os dias tivemos casa cheia. Foi assertivo”, ressaltou.


De terça a domingo o festival teve início às 17h. Já os shows começavam sempre às 21h. O público que foi ao MeuChope Festival pode aproveitar até o último dia, pois foi uma festa completa com entretenimento, comida, música, tecnologia e, o melhor de tudo isso, muita cerveja artesanal.


As redes sociais da MeuChope bombaram durante o festival. O público pode acompanhar o evento, em tempo real, pelo twitter @meu_chope, e interagir, simultaneamente, pelo Instagram @meuchope.



Aplicativo MeuChope


O aplicativo da MeuChope aceita três formas de pagamentos: picpay, pix (qualquer banco) e cartão de crédito (qualquer bandeira). (foto: Bruno Laurindo)

A MeuChope.com é uma startup de tecnologia cervejeira que produz válvulas que permitem a utilização dos equipamentos cervejeiros de forma autônoma. Neste caso, o consumidor tem total autonomia de escolher o chope que quiser e a quantidade que quiser sem ter que enfrentar filas e sem ter que depender de garçons. Sendo assim, o cliente utiliza o próprio smartphone para fazer a escolha dos chopes disponíveis no local onde ele se encontra.


Como já foi dito, durante o MeuChope Festival, a compra do chope foi realizada pelo aplicativo da própria startup. O CTO da MeuChope, Silas de Moraes, ressaltou a vantagem que o aplicativo pode trazer para o cliente na hora da compra. “No app o consumidor teve algumas regalias como: compra de chope mais barato e compra de produtos exclusivos da MeuChope como, por exemplo, eco copos, copos térmicos e bonés personalizados”.


Ainda de acordo com o CTO, o aplicativo da MeuChope aceitou três formas de pagamentos: picpay, pix (qualquer banco) e cartão de crédito (qualquer bandeira). “Para usar o cartão de crédito, o consumidor precisou fazer um cadastro para que o cartão pudesse ser validado. Já no Picpay, o cliente precisou abrir o app do picpay”, explicou. “No pix, o usuário usou o mecanismo do pix - copia e cola - clicou em colar e confirmou o pagamento”, explicou De Moraes.





GALERIA



Siga as nossas redes e fique por dentro de tudo do

mundo cervejeiro!

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
bottom of page