top of page

Startup cervejeira capixaba participa da Web Summit 2022

Meuchope vai a Portugal expor equipamento em conferência de tecnologia, inovação e empreendedorismo


por Bruno Laurindo

Bruno Medeiros (CEO) e Augusto Sato (COO) - os sócios empresários da MeuChope querem, a partir da Web Summit 2022, criarem modelos de negócios para ajudar os brasileiros que vivem em Portugal. (foto: Bruno Laurindo)

O Web Summit já reuniu oradores como Stephen Hawking, Al Gore, Nicolas Cary, e Craig Federighi. Atualmente, o congresso é considerado o porta voz de desenvolvimento de software da Apple e conhecido pela a internacionalização das startups com o objetivo de conectar pessoas ao ecossistema de empreendedorismo português, além de atrair investidores de diversos países.


A MeuChope.com, empresa capixaba que produz válvulas que permitem a utilização de equipamentos cervejeiros de forma autônoma, vai apresentar sua tecnologia embarcada na Web Summit. “É o maior evento de startups da Europa”, reforça Augusto Sato ao explicar a dinâmica da MeuChope no evento. “A gente vai colocar um estande lá para mostrar a tecnologia da MeuChope e, assim, apresentar os trabalhos que a gente vem desenvolvendo aqui no Brasil”, explica o empresário.


“É o maior evento de startups da Europa”. [Augusto Sato]

Sócios fundadores da MeuChope na inauguração do Posto Iate - Bruno Medeiros (à esquerda), Alejandro Duenas, Michael Nicklas (investidor) e Augusto Sato (à direita). (foto: Arquivo MeuChope)

Bruno Medeiros ainda lembra da importância da MeuChope em participar da Web Summit 2022. “A WS é a oportunidade da gente apresentar, pela primeira vez, a nossa tecnologia na Europa”, ressalta o CEO. “É nele que a galera se encontra para fazer network e integração de negócios. É um dos maiores eventos de tecnologia do mundo. Um ponto de relacionamento com investidores e também de parcerias com grandes marcas”, afirma o empresário.


A Web Summit Lisboa é a maior e mais importante conferência de tecnologia, inovação e empreendedorismo do planeta. O evento vai conectar startups e empresários com o ecossistema empreendedor português, que figura entre os melhores da Europa, além de servir como porta de entrada para diversas visitas técnicas focadas em networking e oportunidades de negócios.



Mudando a Europa, litro a litro


Na Web Summit a venda de cerveja não será permitida. Neste caso, Augusto Sato explica qual será a estratégia da MeuChope para apresentar a tecnologia para o público. “A intenção é ter o sistema funcionando caso alguém queira conhecer a dinâmica para poder fazer a venda de chope com o pagamento via moeda local”, destaca.


Com a tecnologia embarcada da startup, o consumidor tem total autonomia de escolher o chope que quiser e a quantidade que quiser sem ter que enfrentar filas e sem ter que depender de garçons. Sendo assim, o cliente utiliza o próprio smartphone para fazer a escolha dos chopes disponíveis no local onde ele se encontra.


Ainda de acordo com Sato, a partir da Web Summit 2022, a MeuChope pretende abrir em Portugal algumas unidades para facilitar a partilha de recursos vindos da Europa. “Identificamos que na Europa o cervejeiro tem muita dificuldade na venda direta da cervejaria para o consumidor final”, afirma. “Neste caso, vamos utilizar a WS para fecharmos as parcerias que a gente já tem e outras que estão por vir", reforça Sato. “Queremos consolidar essas parcerias e, com isso, aproveitar o momento para implementar as primeiras válvulas lá na Europa”, finaliza.



Contando Histórias


Assim como no Brasil, em Portugal a MeuChope também quer contar histórias sobre as micro cervejarias locais. Para isso, a startup pretende, já na WS, implantar case por toda a cidade de Lisboa.


“Já existem três cervejarias portuguesas que estão interessadas no nosso sistema. Sendo assim, vamos levar as válvulas para serem instaladas em locais estratégicos de Lisboa”, lembra Bruno Medeiros. “Vamos utilizar o Paypal para a galera colocar dinheiro e, com isso, terem a primeira experiência com a nossa tecnologia”, finaliza o empresário.


Ainda de acordo com os sócios, a partir da WS, a MeuChope quer criar um modelo de negócio com o propósito de ajudar os brasileiros que vivem em Portugal a alavancar as cervejarias locais. Tal iniciativa facilita o alinhamento cultural e contribui, cada vez mais, para a economia regional.


Siga as nossas redes e fique por dentro de tudo do

mundo cervejeiro!

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify
bottom of page